19 de junho de 2012

Paris, Franca - Junho de 2012

"Ando so, nem sei porque. Nao me pergunte, o que eu nao sei. Pergunte ao po. Desca ao porao. Siga aquele carro ou as pegadas que eu deixei..."

Bruxelas

Sim, Paris e bonita. E nao, nao e um sonho e um conto de fadas como todo mundo pensa que e o tempo todo. Talvez por ser minha segunda vez por la, o impacto tenha sido diferente. No final, e so uma cidade como outra qualquer. Sao so pessoas. E ha problemas. Ha sujeira, ha pobreza, ha perigo na esquina. Ha tudo de ruim que ha ai nao sua cidade. Nao e um sonho como voce acha que pode ser...

A minha viagem de Londres ate Paris foi longa. Bem longa. 10h de onibus. No meio do caminho, voce chega na cidade francesa de Dover e tem que acordar e sair do busao pra passar pela imigracao e tomar carimbo no passaporte. De la, voce pega um ferry boat pra passar pelo canal da mancha. Foram 2h15 de travessia numa madrugada fria e chuvosa. Eu, que morro de medo d'alto mar, imagine meu desespero. Um "navio" gigantesco, repleto de carretas, onibus, carros e centenas de pessoas. Voce sai do onibus, entra no bicho e fica circulando. Impossivel dormir. Fiquei bem tenso e um pouco enjoado tambem. Porque balanca, aquela merda!

Passada a tentacao, mais tantas horas de estrada ate Paris ate chegar na rodoviaria de Gallieni. De la, caminho facil pro albergue. Um metro com uma troca e so vinte minutos. Chegando no albergue, o recepcionista brasileiro com o ajudante idem e falando com dois hospedes brasileiros. Ai chego eu, hehe. Me senti em casa. Legal o albergue, mas duas coisas bem chatas. Primeiro e o check in ser as 16h. Nada legal quando voce chega la as 8h, depois de um dia sem dormir dum festival e outro inteiro viajando. Mas resisti. A outra coisa e que tive de trocar de quarto no outro dia as 11h e esperar novamente ate as 16h pra entrar no outro. E ainda tava com o banheiro quebrado. Tive que usar o de emergencia. Mas, tudo bem...

No primeiro dia, so quis dormir. Nos dias dois e tres, fiz turismo. So no tres, na verdade. O dia dois, choveu tudo que tinha pra chover e tive que voltar correndo pro albergue. Paris continua a mesma. Pessoas tao bonitas e cheirosas. Perfumes fortes porque, nao e mentira, nao gostam de banho. Inclusive, em todos os albergues que passei, os piores banheiros estao sempre na Franca. Depois que o efeito do perfume passa, vem aquele cheiro de sovaco. Ow coisa desagradavel!!! A pedido da mamae, tirei um monte de foto. Fiquei devendo em 2010, ja que perdi a camera, justo na Franca. Turismo, o de sempre. Torre Eiffel, Louvre, Arco do Triumfo. Pra mim, o melhor, foi conhecer o tumulo do Jim Morrison no cemiterio de Pere Lachase. Uma honra saber que o homi realmente existiu. E, de alguma forma, voce ta ali, do ladinho dele. Liquidificador d'emocoes...

Fui apelidado pelos brasileiros do albergue de homem da chuva, pois a levei do Reino Unido junto comigo, com o frio de de brinde. E deixei Paris com...chuva. Peguei o onibus da madrugada e cheguei na estacao Montparnasse 1h30 antes de partir rumo a Nantes e depois pra Clisson, rumo ao Hellfest. Mas isso ja e assunto pra outro post...

2 comentários:

  1. Junior, de boa... TU ÉS MUITO GAY MESMO!
    hahahahahahahahaha
    =D

    ResponderExcluir